quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Artigo 4° - Obrigações Gerais


Em postagens anteriores o Preâmbulo, o Artigo 1°- Propósito, o Artigo 2° - Definições, o Artigo 3° - Princípios Gerais.
Os Estados Partes se comprometem a assegurar e promover a plena realização de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais por todas as pessoas com deficiência, sem qualquer tipo de discriminação por causa de sua deficiência. Para tanto, os Estados Partes se comprometem a:
1. Adotar todas as medidas legislativas, administrativas e de qualquer outra natureza, necessárias para a realização dos direitos reconhecidos na presente Convenção;
2. Adotar todas as medidas necessárias, inclusive legislativas, para modificar ou revogar leis, regulamentos, costumes e práticas vigentes, que constituírem discriminação contra pessoas com deficiência;
3. Levar em conta, em todos os programas e políticas, a proteção e a promoção dos direitos humanos das pessoas com deficiência;
4. Abster-se de participar em qualquer ato ou prática incompatível com a presente Convenção e assegurar que as autoridades públicas e instituições atuem em conformidade com a presente Convenção;
5. Tomar todas as medidas apropriadas para eliminar a discriminação baseada em deficiência, por parte de qualquer pessoa, organização ou empresa privada;
6. Realizar ou promover a pesquisa e o desenvolvimento de produtos, serviços, equipamentos e instalações com desenho universal, conforme definidos no Artigo 2° da presente Convenção, que exijam o mínimo possível de adaptação e cujo custo seja o mínimo possível, destinados a atender às necessidades específicas de pessoas com deficiência, a promover sua disponibilidade e seu uso e a promover o desenho universal quando da elaboração de normas e diretrizes;
7. Realizar ou promover a pesquisa e o desenvolvimento, bem como a disponibilidade e o emprego de novas tecnologias, inclusive as tecnologias da informação e comunicação, ajudas técnicas para locomoção, dispositivos e tecnologias assistivas, adequados a pessoas com deficiência, dando prioridade a tecnologias de preço acessível;
8. Propiciar informação acessível para as pessoas com deficiência a respeito de ajudas técnicas para locomoção, dispositivos e tecnologias assistivas, incluindo novas tecnologias bem como outras formas de assistência, serviços de suporte e instalações;
9. Promover a capacitação de profissionais e de equipes que trabalham com pessoas com deficiência, em relação aos direitos reconhecidos na presente Convenção, para que possam prestar melhor assistência e serviços assegurados por tais direitos.
2. Em relação aos direitos econômicos, sociais e culturais, todo Estado Parte se compromete a tomar medidas, tanto quanto permitirem os recursos disponíveis e, quando for necessário, no contexto da cooperação internacional, a fim de lograr progressivamente a plena realização destes direitos, sem prejuízo das obrigações contidas na presente Convenção que forem imediatamente aplicáveis em virtude do direito internacional.
3. Na elaboração e implementação de legislação e políticas para executar a presente Convenção e em outros processos de tomada de decisão relativos às pessoas com deficiência, os Estados Partes deverão estreitamente consultar e ativamente envolver pessoas com deficiência, inclusive crianças com deficiência, por intermédio de suas organizações representativas.
4. Nenhum dispositivo da presente Convenção deverá afetar quaisquer disposições mais propícias à realização dos direitos das pessoas com deficiência, os quais possam estar contidos na legislação do Estado Parte ou no direito internacional em vigor para esse Estado. Não deverá haver nenhuma restrição ou derrogação de qualquer dos direitos humanos e liberdades fundamentais reconhecidos ou vigentes em qualquer Estado Parte da presente Convenção, em conformidade com leis, convenções, regulamentos ou costumes, sob a alegação de que a presente Convenção não reconhece tais direitos e liberdades ou que os reconhece em menor grau.
5. As disposições da presente Convenção deverão estender-se a todas as unidades dos Estados federais, sem limitações ou exceções.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

5 Anos


Em Janeiro de 2011, comecei a ideia de informar  outros deficientes sobre o que eu descobrisse de reabilitação, educação, direitos e nossos interesses.
Fazendo um dueto de informações, com formas e cores.
No decorrer desses 5 anos postei sobre o trabalho de tradicionais instituições, como a ABBR, a rede Sarah Kubitschek de hospitais, algumas unidades das Apaes, a AACD , entre outras, nesse último ano, maior engajamento na campanha de doação de sangue.Criei no Recuperação e Arte, uma sub página direcionada ao Facebook, com todos os principais hemocentros brasileiros.
Quero agradecer a interação e a amizade com novas pessoas, que conheci através do meu trabalho.
Esses 5 anos foram de descobertas e muita felicidade.
Muito obrigado por tudo!

Grande abraço a todos!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Artigo 3° - Princípios Gerais

A sessão na Assembleia Geral das Nações Unidas, realizada em 13 de Dezembro de 2006, reafirma os princípios universais (dignidade, integralidade, igualdade e não discriminação).


Em postagens anteriores o Preâmbulo, o Artigo 1° Propósito e o Artigo 2°Definições.
Artigo 3° - Princípios Gerais.
Os princípios da presente Convenção são:
1. O respeito pela dignidade inerente, independência da pessoa,inclusive a liberdade de fazer as próprias escolhas, e autonomia individual.
2. A não-discriminação;
3. A plena e efetiva participação e inclusão na sociedade;
4. O respeito pela diferença e pela aceitação das pessoas com deficiência como parte da diversidade humana e da humanidade;
5. A igualdade de oportunidades;
6. A acessibilidade;
7. A igualdade entre o homem e a mulher;
8. O respeito pelas capacidades em desenvolvimento de crianças com deficiência e respeito pelo seu direito a preservar sua identidade.

Grande abraço!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Programa Especial


O Programa Especial, é exibido em rede nacional, semanalmente desde Março de 2004 pela TV Brasil.
O Programa Especial é focado a inclusão social da pessoa com deficiência, com entretenimento e muitas informações.
No programa são abordados variados assuntos, como trabalho, lazer, esporte, saúde, entre outros.
Acho o programa bastante interessante, há o lado humano, onde toda a equipe é composta por pessoas com variadas deficiências, falando de deficiência de forma bastante natural.
O Programa Especial é exibido todo Sábado às 12h30min, acessem o site do Programa Especial , onde há vídeos, galeria de fotos e muitas informações.

Enorme abraço!